Prédio condenado na Muzema começa a ser demolido pela Prefeitura do Rio

  • Por Jovem Pan
  • 01/05/2019 08h49 - Atualizado em 01/05/2019 08h50
Tânia Rêgo/Agência BrasilEdificação fica ao lado das duas torres residenciais que desabaram no último dia 12, matando 24 pessoas

Um prédio de oito andares vizinho do Condomínio Figueiras do Itanhangá, no bairro carioca da Muzema, começou a ser demolido nesta terça (30) pela Prefeitura do Rio. A edificação fica ao lado das duas torres residenciais que desabaram no último dia 12, matando 24 pessoas.

Este é segundo prédio condenado pela Defesa Civil municipal que será demolido. Na semana passada, funcionários da Secretaria Municipal de Conservação, com auxílio de máquinas, demoliram em um só dia uma torre de três andares que ainda estava em construção, também vizinha às edificações que ruíram.

O prédio do Itanhangá será demolido de forma manual, por conta da altura, para diminuir o risco de abalo estrutural em outras construções no entorno. A expectativa é de que os serviços sejam concluídos em 30 dias, envolvendo 60 trabalhadores de diversos órgãos municipais.

As investigações do desabamento dos prédios na Muzema estão sendo conduzidas pela delegacia da Barra da Tijuca. Três suspeitos de envolvimento com a construção e venda dos apartamentos que caíram tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça do Rio e são considerados foragidos.

Com Agência Brasil