Prédio desaba e deixa feridos na zona oeste do Rio de Janeiro

Segundo moradores da região, pelo menos quatro pessoas ainda estão desaparecidas

  • Por Jovem Pan
  • 03/06/2021 06h59 - Atualizado em 03/06/2021 12h14
Reprodução Google MapsAs informações iniciais são de que o edifício seria mais um prédio irregular da região controlada por milícias no Estado do Rio

Um prédio de quatro andares desabou no bairro de Rio das Pedras, na zona oeste do Rio de Janeiro, na madrugada desta quinta-feira, 3. Segundo o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio, além do desabamento, um princípio de incêndio foi registrado no local, na esquina da Rua das Uvas com a Avenida da Areinha, em Itanhangá. A Prefeitura do Rio informou que até as 10h desta quinta-feira três vítimas tinham sido socorridas para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, no bairro da Barra da Tijuca, em estado de saúde estável, outra, que foi retirada dos escombros, foi encaminhada ao Hospital Municipal Miguel Couto, onde passa por exames e outras duas – uma criança de dois anos foi retirada dos escombros sem vida e um homem ainda está no local. A identidade das vítimas não foi revelada, mas três delas eram mulheres de 26, 28 e 38 anos e outra um homem de 29 anos.

Pelo menos cinco quartéis e cerca de 60 bombeiros estão envolvidos no resgate, além de cães farejadores. As informações iniciais são de que o edifício, que caiu ente as 3h e 3h30, seria mais um prédio irregular da região controlada por milícias no Estado. A causa do desabamento ainda não foi esclarecida e técnicos da Defesa Civil fazem avaliações na estrutura de quatro edificações ao lado e na frente do edifício que desabou para verificar a necessidade de outras interdições. Em 2019, dois prédios desabaram na Muzema, também na zona oeste, e 24 pessoas morreram.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga