Prefeito de Ilhabela decreta estado de emergência após forte temporal

  • Por Jovem Pan
  • 29/04/2019 18h00 - Atualizado em 29/04/2019 18h11
Reprodução/TwitterDentre os estragos, estão a queda de mais de 300 árvores, muros, destelhamento de casas e deslizamentos de terras

Após forte temporal atingir Ilhabela neste domingo (28), resultando em diversos estragos e na morte da modelo Caroline Bittencourt, o prefeito do arquipélago,
Márcio Tenório, decretou estado de emergência. Dentre os estragos, estão a queda de mais de 300 árvores, muros, destelhamento de casas e deslizamentos de terras.

O fornecimento de energia elétrica também foi interrompido em algumas regiões da cidade. A estrada de Castelhanos sofreu com a queda de árvores e deslizamentos de terra e foi interditada. No domingo, alguns jipeiros e turistas precisaram ser resgatados pela Defesa Civil, pois não havia como retornar devido ao bloqueio da estrada.

As rajadas de vento chegaram a atingir 123 quilômetros por hora. Diante do quadro exposto, a prefeitura determinou a suspensão do atendimento ao público do Paço Municipal nesta segunda-feira (29). Todos os funcionários municipais estão empenhados em ajudar no atendimento das ocorrências e soluções das demandas.

“Nos mobilizamos e não estamos medindo esforços para garantir a segurança das pessoas, que de alguma forma sofreram algum dano. Desde o início estamos priorizando atendimento aos locais que  mais oferecem risco à nossa população”, ressaltou Tenório. O serviço de travessia de balsa entre São Sebastião e Ilhabela opera normalmente nesta segunda. No domingo, devido aos ventos e à força da maré, o serviço ficou suspenso por cerca de cinco horas.

Caroline Bittencourt estava fazendo um passeio de lancha com o marido, Jorge Sestini,  e a embarcação foi derrubada com os fortes ventos. O homem foi resgatado e a modelo passou mais de 24 horas desaparecida. Seu corpo foi encontrado no final da tarde desta segunda-feira (29).

* Com informações do Estadão Conteúdo