Prefeito de Planaltina de Goiás é preso por fraude em licitações e desvio de dinheiro

  • Por Jovem Pan
  • 06/11/2018 14h29 - Atualizado em 06/11/2018 14h43
Reprodução/FacebookPastor é acusado de desviar dinheiro quando era presidente da Câmara de Planaltina

O prefeito de Planaltina de Goiás (GO), Pastor André (PRB), foi preso nesta terça-feira (6) durante a Operação Mãos à Obra. O chefe do governo é acusado de ter desviado dinheiro público com fraude de licitações quando era presidente da Câmara municipal.

A ação deflagrada pelo Ministério Público de Goiás ocorreu simultaneamente também em outras duas cidades do estado, Goiânia e Formosa, e também na cidade-satélite de Guará (DF). Oito mandados de prisão e 14 de busca de apreensão foram cumpridos.

Durante investigações, promotores e policiais identificaram que André teria fraudado a contratação de empresas que fizeram uma reforma superfaturada na sede do Poder Legislativo em Planaltina de Goiás. Parte do valor teria sido desviado do erário público.

De acordo com o Ministério Público, esta é a primeira vez que um juiz de primeira instância, Carlos Gustavo Fernandes de Moraes, determina a prisão de um prefeito, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre foro privilegiado ocorrida em maio deste ano.

*Com informações do Estadão Conteúdo