Prefeitura de Petrópolis organiza mutirão de limpeza com 2 mil pessoas para retirar entulho acumulado

Com o apoio das cidades do Rio de Janeiro e de Niterói, operação vai acontecer neste domingo, 20

  • Por Jovem Pan
  • 19/02/2022 20h49
Divulgação/Prefeitura Petrópolis Homem mexendo no entulho Mutirão da limpeza em Petrópolis visa diminuir entulho acumulado na cidade

A Prefeitura de Petrópolis está organizando um grande mutirão de limpeza que começará na manhã deste domingo, 20. A estimativa é que mais de 2 mil homens atuem nas áreas que foram atingidas pelas fortes chuvas que assolaram a cidade na última terça-feira, 15. A operação está prevista para começar às 8h e contará com o apoio das companhias de Limpeza Urbana das prefeituras do Rio de Janeiro e de Niterói, além disso, serão disponibilizadas máquinas e caminhões para ajudar na limpeza. A ideia é retirar o entulho acumulado e, visando trazer mais agilidade para o serviço, a Prefeitura pediu aos moradores locais para evitarem sair de casa durante a operação. “Com essa mega mobilização, temos a certeza que a partir deste domingo a cidade começará a voltar à normalidade. Estamos ganhando o apoio de prefeituras e governos estaduais de todo o país e isso tem nos confortado e mostrado que não estamos sozinhos”, declarou o prefeito de Petrópolis Rubens Bomtempo.

A operação contará com 250 garis, 15 caminhões basculantes de grande porte e dois menores que serão enviados pela Prefeitura por meio da Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep). Além disso, haverá sete pás mecânicas, quatro caminhões pipa d’água e vans com equipamentos como motosserras para ajudar cortar as árvores que caíram. A Prefeitura de Niterói vai enviar 120 pessoas para colaborar nesse mutirão da limpeza e dois caminhões pipa. “Esse trabalho é fundamental, pois vai levar um pouco mais de conforto para toda a nossa população, que está sofrendo demais com essa tragédia”, comentou Leonardo França, presidente da Comdep. Além da destruição física, as fortes chuvas também deixaram vítimas. Segundo divulgado pela Defesa Civil Nacional neste sábado, 19, até o momento foram registrados 146 mortes e 797 estão desabrigadas. Entre as ocorrências, foram registradas 897, sendo que 642 são de deslizamentos. Durante as buscas, 24 pessoas foram resgatadas com vida.