Prefeitura de SP suspende bloqueio de vias após não atingir objetivo

  • Por Jovem Pan
  • 06/05/2020 07h17 - Atualizado em 06/05/2020 07h18
Pixabay/PexelsDe acordo com Bruno Covas, o bloqueio das vias não tiveram o efeito desejado -- que era elevar a adesão dos paulistanos ao "ficar em casa"

O prefeito da Cidade de São Paulo, Bruno Covas, determinou na terça-feira (5) o fim dos bloqueios em algumas vias da capital paulista. Os bloqueios tinham o objetivo de incentivar as pessoas a ficarem em casa, mas não teve o efeito desejado.

A medida começa a valer já na manhã dessa quarta-feira (6). As fiscalizações aconteciam em todas as quatro regiões do município e, até segunda, tinham caráter educativo.

O bloqueio das vias foi duramente criticado após funcionários da área da saúde registrarem dificuldade para chegar aos seus lugares de trabalho por conta do congestionamento gerado com os desvios. O caso gerou, inclusive, um inquérito por parte do MP-SP para apurar a medida da administração municipal.

De acordo com Bruno Covas, o bloqueio das vias não tiveram o efeito desejado — que era elevar a adesão dos paulistanos ao “ficar em casa” e, consequentemente, abaixar a taxa de isolamento.

O Governo do Estado de São Paulo anunciou durante a tarde de terça que, na segunda-feira (4), a taxa de isolamento social no Estado ficou em torno de 47%. No município de São Paulo, o índice foi um pouco maior: 48%, ainda distante do considerado ideal pelo comitê de contingenciamento da pandemia.