Previdência: Centrão não quer fazer acordo sobre questão dos estados e municípios

  • Por Jovem Pan
  • 07/06/2019 20h19
Reprodução/FacebookO presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, foi a favor do acordo, assim como o PSL e o MDB

Nesta semana, os parlamentares tentaram chegar a um acordo sobre a permanência dos estados e municípios na reforma da Previdência. De acordo com o site O Antagonista, o acordo proposto foi mantê-los, mas obrigando assembleias legislativas e câmaras municipais a aderirem à proposta, em um prazo determinado, por meio do apoio de maioria simples dos parlamentos locais.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, foi a favor da ideia, assim como o PSL e o MDB, por exemplo. No entanto, alguns partidos do Centrão – formado ainda por PP, PRB, DEM e Solidariedade –, não toparam a ideia. A maioria dos deputados do PP e do PR querem que os estados e os municípios sejam retirados da reforma.

Um dos líderes do grupo disse, inclusive, que se não saírem da proposta, “cai tudo no plenário”. Nos bastidores, reconhecem que a preocupação é mesmo com o impacto das mudanças nas eleições municipais do ano que vem.

Atualmente, a tendência é que a questão de estados e municípios seja tratada separadamente na comissão especial da reforma da Previdência, por meio de um destaque.