ProUni abre primeira chamada para candidatos pré-selecionados

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2019 15h00 - Atualizado em 06/02/2019 15h02
Divulgação

O Ministério da Educação abriu a primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) nesta quarta (6). Os estudantes pré-selecionados têm até o dia 14 para fazer a matrícula nas instituições de ensino onde conseguiram a bolsa de estudos.

Para se matricular e ter direito ao benefício, os alunos devem comprovar as informações de renda prestadas na ficha de inscrição. A lista da documentação necessária está disponível na internet e cada faculdade tem horários e locais diferentes para realizar o procedimento.

O registro da aprovação ou reprovação dos candidatos no Sistema Informatizado do ProUni  será entre 6 e 18 de fevereiro para os selecionados na primeira chamada. Caso o estudante não compareça no prazo estipulado, ele será reprovado.

Aqueles que não forem selecionados na primeira chamada poderão ainda ser aprovados na segunda, que será divulgada no dia 20 de fevereiro. Haverá também uma terceira chance. Quem não for escolhido, pode integrar a lista de espera nos dias 7 e 8 de março.

Inscrições

Ao todo, 946.979 candidatos se inscreveram na primeira edição do ProUni deste ano, de acordo com o Ministério da Educação. Como cada candidato podia escolher até duas opções de curso, o número de inscrições chegou a 1.820.446.

Nesta edição são ofertadas 243.888 bolsas de estudo em 1.239 instituições particulares de ensino. Do total de bolsas, 116.813 são integrais e 127.075, parciais, de 50% do valor das mensalidades.

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. Em contrapartida, o programa oferece isenção de tributos às instituições que aderem ao programa.

Com Agência Brasil