PT decide buscar na justiça mandato de Marta Suplicy

  • Por Jovem Pan
  • 13/05/2015 09h25
Marta Suplicy

A comissão executiva estadual do Partido dos Trabalhadores aprovou por unanimidade uma ação na esfera eleitoral para requerer a cadeira da ex-prefeita no senado federal.

Marta se desfiliou do PT em 28 de abril, após 33 anos na legenda, após ser eleita prefeita de São Paulo, deputada federal e ministra nos governos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente Dilma Rousseff.

Em nota, o PT afirma que após sucessivas recusas em dialogar com a direção do partido sobre as razões de suas supostas insatisfações, Marta formalizou sua desfiliação do partido movida unicamente por interesses eleitorais e desmedido personalismo.

O PT nunca cerceou as atividades partidárias ou parlamentares da atual senadora, ao contrário disso, Marta Suplicy foi sucessivamente prestigiada ao longo dos anos, com o apoio da militância e das direções, sendo eleita deputada federal, prefeita, senadora e nomeada duas vezes ministra de Estado, diz a nota assinada pelo presidente estadual do partido, Emídio de Souza.

“O aperfeiçoamento da nossa democracia passa pelo fortalecimento da fidelidade partidária e pelo respeito à vontade do eleitor. Os projetos pessoais e as conveniências do oportunismo eleitoral não podem se sobrepor aos projetos coletivos, que lhe dão abrigo, e nem deformar a vontade do eleitor expressa nas urnas”, conclui o documento.

Repórter JP Marcelo Mattos