PTB rompe com Dilma e declara apoio à campanha de Aécio Neves

  • Por Jovem Pan
  • 21/06/2014 17h50

Em nota oficial divulgada neste sábado (21), o presidente nacional do PTB, Benito Gama, anunciou o rompimento com o PT para as eleições presidenciais desse ano devido a “conflitos insustentáveis” entre os dois partidos.

Com isso, a Executiva Nacional do PTB declarou apoio à candidatura do senador Aécio Neves, do PSDB, com a “convicção de que Aécio reúne as condições para a retomada do crescimento econômico”, segundo a nota.

A ruptura com o PT “atende o clamor da maioria da bancada federal e de estados, onde os conflitos locais entre PTB e PT ficaram insustentáveis, como, por exemplo, Distrito Federal, Roraima, Piauí e Rio de Janeiro. Os estados ficaram liberados para manter os acordos locais”.

O anúncio acontece no mesmo dia em que a Convenção Petista anunciou a candidatura da presidente Dilma Rousseff à reeleição. Outro partido que confirmou apoio ao PSDB foi o Solidariedade.

Era esperado que o PTB apoiasse o PT, visto que, em maio, a presidente foi à sede do partido para celebrar a união. A mudança na decisão representa regressão para Dilma, que tentava controlar a queda nas pesquisas de intenção de voto.