Queiroga diz que dois casos de Deltacron foram identificados no Brasil

Variante tem características das cepas Delta e Ômicron; segundo o ministro, os casos foram detectados no Pará e no Amapá

  • Por Jovem Pan
  • 15/03/2022 12h58 - Atualizado em 15/03/2022 13h04
DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO pessoas na rua usando máscara Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que a pasta está monitorando o andamento dos casos

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, confirmou, na manhã desta terça-feira, 15, dois casos da variante Deltacron, que tem características das cepas Delta Ômicron, no Brasil. Os casos foram detectados em dois Estados: Pará e Amapá. “Essa variante que seria uma junção da Ômicron com a Delta, né? Deltacron, que tem mais na França e alguns outros países da Europa. Nosso serviço de vigilância genômica já identificou dois casos no Brasil. Um no Amapá, outro no Pará. E nós monitoramos todos esses casos”, informou o ministro. Ao ser questionado sobre o nível de preocupação da pasta com os casos, Queiroga afirmou que a variante requer “monitoramento”.

“É uma variante de importância, que requer o monitoramento. Então as variantes são classificadas como variantes de importância, variantes de preocupação, e as autoridades sanitárias estão aqui para, diante dessas situações, tranquilizar a população brasileira”, completou. O ministro aproveitou a oportunidade para ressaltar que os cuidados em relação à Deltacron são os mesmos usados durante toda a pandemia e que, nesse momento, é essencial buscar pela dose de reforço. “As medidas são as mesmas, e, se eu tivesse, meu amigo e minha amiga que me ouve, que indicar uma medida, é a aplicação da dose de reforço. Aplicar a dose de reforço é importante”, afirmou.