‘Quer preservar sua vida? Frequente outros lugares’, diz Eduardo Bolsonaro sobre mortes em Paraisópolis

  • Por Jovem Pan
  • 09/12/2019 15h33
ESTADÃO CONTEÚDOO deputado federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) usou as redes sociais nesta segunda-feira (9) para comentar as nove mortes por pisoteamento ocorridas no baile funk de Paraisópolis, na Zona Sul de São Paulo, no domingo (1º). Para ele, “não é essencial esse tipo de diversão, existem outras formas de se fazer isso”.

O deputado e filho do presidente Jair Bolsonaro ainda falou sobre a presença do tráfico de drogas nos bailes e deixou “um conselho aos jovens”. “Quer preservar sua vida? Frequente outros lugares”, disse.

“Você não precisa de droga pra viver e nem é tirar onda ficar andando com vagabundo armado – muito pelo contrário, você está colocando sua vida em risco. Paraisópolis está aí e é um exemplo disso. Lamentavelmente morreram nove pessoas, mas de maneira nenhuma podemos culpar a Polícia Militar por isso.”

O vídeo, publicado no Twitter, foi gravado durante agenda oficial em Omã, no Oriente Médio. “Você indo para esse tipo de local, onde ocorre os pancadões, onde há consumo de drogas, isso acaba por atrair bandidos, e a probabilidade de sua vida ficar em risco aumenta e muito. Então, a exemplo do sempre foi aconselhado dentro de casa, evite esses lugares”, disse ainda Eduardo.

De acordo com a Polícia Militar, na madrugada do domingo (1º), dois homens em uma moto dispararam contra agentes que patrulhavam os arredores do baile e, a partir do tumulto, iniciou-se uma perseguição que resultou nas nove mortes de frequentadores do baile.

“Quem tá errado é bandido que dá tiro pra cima da polícia e a população que não coopera com as autoridades. A polícia tá ali pra manter a ordem e a disciplina e todos os trabalhadores gostam disso. Quem não gosta disso é marginal e pessoas envolvidas com o tráfico. Todo meu apoio aos policiais militares”, completou o deputado.