Raquel Dodge sobre Brumadinho: ‘As pessoas precisam ter reparação psicológica’

  • Por Jovem Pan
  • 31/01/2019 15h44 - Atualizado em 31/01/2019 16h01
AMANDA PEROBELLI/ESTADÃO CONTEÚDOA procuradora-geral da República garantiu também que haverá investigação criminal do caso

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse nesta quinta-feira (31), após reunião com representantes do Movimento de Atingidos por Barragens em Brasília, que as vítimas do desastre de Brumadinho (MG) “precisam ter reparações não só econômicas, mas também psicológicas”.

Para a procuradora, as mineradoras brasileiras e estrangeiras em atividade no Brasil são importantes para a economia local, mas devem estar preparadas para evitar riscos. “É importantíssimo evitar os riscos que causam ao ambiente e à população. E, se causarem esses riscos, é preciso que ajam rapidamente para indenizar, reparar o dano e restabelecer a vida da comunidade. Pessoas precisam ter reparações não só econômicas, mas psicológicas”, disse.

Dodge também criticou os imbróglios no caso do rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), de 2015. “Um dos erros foi na demora de definição na atribuição de tem de fazer o quê. Como estamos em Estado federal, há certas medidas que são do MPF, outras do MPE, outras devem ser levadas à justiça do trabalho”, pontuou.

O diretor da Polícia Federal, Mauricio Valeixo, esteve com a procuradora na quarta (30) para discutir os caminhos para a investigação sobre os crimes que podem ter levado ao desastre.

*com informações do Estadão Conteúdo