Receita apreende R$ 400 milhões em mercadorias irregulares no Centro de SP

  • Por Tiago Muniz/Jovem Pan
  • 29/09/2017 12h23 - Atualizado em 29/09/2017 12h27
Receita Federal diz que o centro de São Paulo é um pólo de abastecimento desse comércio irregular para todo o país. 

A Receita Federal divulgou nesta sexta-feira (29) o balanço da maior ação de combate ao descaminho já realizada no estado de São Paulo.

O fisco apreendeu R$ 400 milhões em mercadorias irregulares durante a Operação Setembro. O volume reunido chega a 880 toneladas, o suficiente para encher 68 caminhões.

A operação foi deflagrada no dia 11 de setembro com a busca de computadores para identificar os beneficiários do esquema.

No mesmo dia, a Receita fechou o Shopping 25 de Março, na região central da capital paulista. Desde então, 857 lojas tiveram mercadorias apreendidas.

O superintendente da Receita Federal no estado de São Paulo, José Guilherme Antunes de Vasconcelos, explica que a fiscalização encontrou esconderijos em vários locais.

“Os estabelecimentos vistoriados, muitos deles, tinham passagens falsas e paredes onde atrás delas se encontrava boa parte da mercadoria que foi localizada”, afirma.

Mais de 90% do material recolhido é falsificado. Entre eles estão calçados, perfumes e óculos que apresentam riscos à saúde dos consumidores.

A Receita Federal diz que o centro de São Paulo é um pólo de abastecimento desse comércio irregular para todo o país.

O fisco afirma ainda que a operação continua a partir dos documentos apreendidos nos computadores dos lojistas.

A grande maioria do material não poderá ser reaproveitado e terá que ser destruído. O restante pode ir a leilão ou ser doado