Receita Federal apreende mais de 13 toneladas de cocaína no porto de Santos e bate recorde do ano

  • Por Renato Barcellos/Jovem Pan
  • 13/08/2018 15h20
Divulgação/Assessoria Receita FederalAinda segundo o Fisco, as ações ostensivas junto da utilização da tecnologia ajudaram nos resultados, considerados mais elevados de todo o país

A Alfândega da Receita Federal informou que mais de 13,6 toneladas de cocaína foram apreendidas no Porto de Santos, no litoral sul de São Paulo, até esta segunda-feira. De acordo com o órgão, esse número já supera as apreensões realizadas em 2016 (10.622 kg) e em 2017 (11.539). O número de operações também é recorde. Em 2018, 27 ações foram desencadeadas, contra 22 e 24, em 2016 e 2017, respectivamente.

Ainda segundo o Fisco, as ações ostensivas junto da utilização da tecnologia ajudaram nos resultados, considerados mais elevados de todo o país.

Na manhã desta segunda-feira (13), o navio “Grande Francia”, de bandeira italiana, foi invadido por homens armados quando estava a 15km do acesso ao porto de Santos, no litoral sul de São Paulo, na madrugada desta segunda-feira (12). A tripulação foi rendida, mas o comandante conseguiu enviar um pedido de ajuda via rádio. Na embarcação, a Polícia Federal e a Receita Federal encontraram 1,3 tonelada de cocaína.

Na última terça-feira (7), outro navio da Grimaldi, o “Grande Nigéria”, também foi atacado. Durante a madrugada, traficantes içaram 1,2 tonelada de cocaína na embarcação. O destino do navio era o mesmo do “Grande Francia”, o Porto de Antuérpia, na Bélgica.