Reforma administrativa pode demorar um pouco, diz Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 17/11/2019 15h53
Agência BrasilA apresentação do texto, prometida para esta semana por Paulo Guedes, já foi adiada duas vezes

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse neste domingo (17) que a reforma administrativa — prometida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, para esta semana — pode demorar um pouco. “Vai aparecer aí, mas vai demorar um pouco”, comentou Bolsonaro, ao chegar ao Palácio da Alvorada, no começo da tarde.

Questionado sobre a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, em manter o pedido de acesso aos relatórios financeiros de cerca de 600 mil pessoas produzidos nos últimos três anos pelo antigo Coaf, Bolsonaro desconversou. “Sou o presidente do Executivo”, respondeu.

O presidente disse ainda que não deve acompanhar a final do Mundial Sub-17, entre Brasil e México, em partida marcada para as 19 horas no Estádio Bezerrão, no Gama (DF).

Apresentação adiada

A apresentação do texto da reforma administrativa já foi adiada duas vezes. Na semana passada, quando a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) estava marcada para ser enviada à Câmara dos Deputados, Bolsonaro afirmou que isso não aconteceria, e que o projeto seria apresentado somente nesta semana. Hoje, avaliou que a entrega pode demorar ainda mais.

A proposta busca reestruturar as regras para o funcionalismo público, que é o segundo maior gasto do orçamento federal. Entre os principais pontos que devem ser apresentados, está o fim da estabilidade do servidor público que ingressar na carreira.

* Com informações do Estadão Conteúdo