Regina Duarte deve R$ 319,6 mil à Lei Rouanet, diz revista

  • Por Jovem Pan
  • 24/01/2020 12h16
Carolina Antunes/PRSegundo Bolsonaro, Regina e o governo estão "em um noivado"

A atriz e candidata a Secretaria Especial de Cultura, Regina Duarte, teve contas reprovadas pela Lei Rouanet e terá que ressarcir o Fundo nacional da Cultura.

Segundo reportagem publicada pela revista Veja, a atriz deve R$ 319,6 mil por irregularidades na Lei de incentivo à Cultura. A quantia se refere à reprovação da prestação de contas de um projeto apresentado em 2018, chamado Coração Bazar, onde Regina captou R$ 321 mil com base na legislação.

Regina é dona da empresa A Vida É Sonho Produções Artísticas, que já conseguiu três financiamentos que somaram R$ 1,4 milhão de reais com base na Lei, que se tornou ponto de tensão durante o governo de Jair Bolsonaro.

Pela decisão, Regina Duarte terá que devolver quase todo o valor – R$ 319.600 ao Fundo Nacional da Cultura. A conta so não foi cobrada porque houve apresentação de um recurso.

Quanto aos outros dois projetos, um já foi aprovado e o outro não foi analisado. À revista, a atriz informou que “fará o que a justiça determinar”. André Duarte, sócio-administrador da A Vida É Sonho e filho de Regina, informou que a reprovação foi motivada por uma falta de descuido da produção, que não apresentou os comprovantes de que o monólogo foi exibido sem a cobranças de ingressos, o que era uma contrapartida do contrato.