Relator lê parecer de denúncia contra Temer na CCJ da Câmara; assista

  • Por Jovem Pan com Agência Brasil
  • 10/07/2017 15h07
O parecer de Zveiter é aguardado com expectativa porque pode balizar o voto da maioria dos membros da CCJ

A análise da denúncia por crime de corrupção passiva contra o presidente da República, Michel Temer, começa a tramitar no Congresso. O deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), relator do processo na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara, inicia a leitura de seu parecer. A votação na CCJ será nominal e eletrônica. Os deputados vão dizer sim ou não ao relatório, que pode ser a favor ou contra a abertura do processo no STF. Após decisão na CCJ, o parecer será apreciado no plenário da Casa, ainda sem data definida.

A denúncia contra Temer, pelo crime de corrupção passiva, foi apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e a acusação está baseada nas investigações iniciadas com o acordo de delação premiada da JBS. O áudio de uma conversa gravada pelo empresário Joesley Batista, um dos donos da empresa, com o presidente, em março, no Palácio do Jaburu, é uma das provas usadas no processo.

O parecer de Zveiter é aguardado com expectativa porque pode balizar o voto da maioria dos membros da CCJ. Para ser aprovado, o relatório precisa do apoio de pelo menos 34 dos 66 deputados titulares da comissão.

A reunião foi marcada para as 14h30, mas, desde as 10h, já havia fila de jornalistas em frente ao plenário. Assessores parlamentares também precisaram chegar bem mais cedo para garantir o lugar no plenário.

Para evitar tumulto, a sala da reunião foi aberta com duas horas de antecedência, e o acesso ficou restrito a parlamentares e profissionais credenciados. Apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), a acusação de corrupção passiva contra o presidente foi apresentada no mês passado ao Supremo Tribunal Federal e, para ter prosseguimento perante a Justiça, deve ser autorizada pela Câmara dos Deputados.

Esta é a primeira etapa do trâmite da denúncia na Câmara. Conhecidos os argumentos do relator e da defesa, os deputados discutirão ao longo da semana o mérito do parecer apresentado por Zveiter para, então, votar o relatório. A etapa seguinte é a votação em plenário, onde a denúncia precisa receber pelo menos 342 votos para ser aceita.

Acompanhe ao vivo: