MEC: Resultado da 1ª chamada do Sisu será divulgado na terça-feira

Cerca de 424.991 mil estudantes disputam 51.924 mil vagas ofertadas em 57 instituições públicas de educação superior do país; pela primeira vez, o Sisu vai ofertar vagas na modalidade a distância (EaD)

  • Por Jovem Pan
  • 13/07/2020 09h11
Estadão ConteúdoAlém de terem feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019, os interessados não podem ter zerado a redação na prova

Mais de 814 mil estudantes aguardam o resultado da primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que deve ser divulgado na terça-feira (14).  Segundo o Ministério da Educação (MEC), cerca de 424.991 mil estudantes disputam 51.924 mil vagas ofertadas em 57 instituições públicas de educação superior do país. O período para matrícula da chamada regular será de 16 a 21 de julho.

Nesta edição, pela primeira vez, além dos cursos de graduação presenciais, o Sisu vai ofertar vagas na modalidade a distância (EaD). Além de terem feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019, os interessados não podem ter zerado a redação na prova. Estudantes que fizeram o exame na condição de treineiros também não podem participar.

Segundo o Ministério da Educação, o Sisu foi desenvolvido para selecionar os candidatos às vagas das instituições públicas de ensino superior que usarão a nota do Enem como única fase de seu processo seletivo. Segundo o edital, a ordem para a classificação de candidatos segue os critérios : maior nota na redação, maior nota na prova de linguagem, códigos e suas tecnologias; maior nota na prova de matemática e suas tecnologias; maior nota na prova de ciências da natureza e suas tecnologias e maior nota na prova de ciências humanas e suas tecnologias.

Lista de espera
O candidato que não foi selecionado em uma das duas opções, em primeira chamada, deverá manifestar seu interesse em participar da lista de espera entre os dias 14 e 21 de julho.  Com isso, os estudantes devem acompanhar as convocações feitas pelas instituições para preenchimento das vagas em lista de espera, observando prazos, procedimentos e documentos exigidos para matrícula ou para registro acadêmico, estabelecidos em edital próprio da instituição, inclusive horários e locais de atendimento por ela definidos.

*Com informações da Agência Brasil