Em reunião, Weintraub diz que ‘colocaria todos na cadeia, começando no STF’

  • Por Jovem Pan
  • 22/05/2020 17h13
ReproduçãoVídeo foi divulgado nesta sexta-feira (22) com autorização do ministro do STF, Celso de Mello

Em um dos trechos do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril divulgado nesta sexta-feira (22) com autorização do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirma: “por mim eu colocava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF”.

“A gente tá perdendo a luta pela liberdade. É isso que o povo tá gritando. Não tá gritando para ter mais Estado, pra ter mais projetos, pra ter mais… O povo tá gritando por liberdade, ponto. Eu acho que é isso que a gente tá perdendo, tá perdendo mesmo. O povo tá querendo ver o que me trouxe até aqui. Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF. E é isso que me choca”, diz.

“Acho que essa discussão… tem ministros que chegam e vão embora… vejo muita gente com agenda própria. Mas eu não vim aqui para jogar o jogo. Eu vim para lutar. Eu luto e me ferro”, completa.

Weintraub também reclama dos processos contra ele no Comitê de Ética, alegando que foi o único a recebê-los. Ele diz também que, nos três anos em que conhece o presidente Jair Bolsonaro, “nunca tentou promover a sua carreira” e que o que o “fez embarcar junto era a luta pela liberdade”.

Segundo ele, Brasília é um antro de “corrupção e privilégios”. “Tem que acabar com essa porcaria aqui que é Brasília. É muito pior do que eu poderia imaginar, as pessoas aqui perdem a empatia, a relação com o povo.”