Rio de Janeiro tem primeira morte por coronavírus no sistema prisional

Um homem de 73 anos, preso desde 2017, é o primeiro óbito por Covid-19 no sistema prisional do Rio. Ele estava em uma penitenciária direcionada aos detentos acima de 60 anos

  • Por Rafaela Lara
  • 17/04/2020 19h32 - Atualizado em 17/04/2020 19h46
EFE/Antonio LacerdaPresídio no centro do Rio registra primeira morte por coronavírus

A secretaria estadual de administração penitenciária do Rio de Janeiro confirmou a primeira morte por coronavírus no sistema prisional. O preso, de 73 anos, estava no Instituto Penal Cândido Mendes, no Centro do Rio, e morreu nesta quarta-feira (15), no Pronto Socorro Geral Hamilton Agostinho, em Bangu. O resultado do exame para Covid-19 deu positivo na noite desta quinta.

Segundo a nota enviada à Jovem Pan, a secretaria afirma que o Cândido Mendes é destinado aos detentos acima dos 60 anos e que “todos os apenados que tiveram contato com o preso estão isolados na unidade”.

O local, que tem capacidade para 246 presos, abriga 305 internos. Não há informações sobre o número de detentos que mantiveram contato com o infectado. Atualmente, de acordo com o Ministério da Saúde, o estado do Rio de Janeiro é o segundo mais afetado pelo coronavírus com 341 mortes e 4.349 casos até esta sexta.

Preso desde 2017, o detento foi transferido em 21 de março da unidade Milton Dias Moreira, na cidade de Japeri, para o Instituto Penal Cândido Mendes.

Segundo a secretaria, o preso apresentou sintomas de pressão alta no dia 9 deste mês e foi encaminhado ao Pronto Socorro Geral Hamilton Agostinho, no Complexo de Gericinó, em Bangu, mas retornou no mesmo dia.

No dia 11, ele necessitou de novo atendimento alegando dores abdominais, foi atendido e retornou ao presídio. Três dias depois, o homem foi encaminhado novamente ao hospital apresentando “fraqueza e sudorese”, o quadro piorou rapidamente e ele foi entubado.

“No dia 14, quando o quadro se agravou, o paciente foi colocado no ventilador mecânico, sendo coletado o material para a realização do teste para o coronavírus. Na quarta-feira (15/04), por volta das 10h40min, o mesmo não resistiu e faleceu. O resultado do exame ficou pronto na noite desta quinta-feira (16/04)”, informa a secretaria.