Saiba como chegar e o que levar à posse de Jair Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios

  • Por Jovem Pan
  • 01/01/2019 08h33 - Atualizado em 01/01/2019 08h42
Dida Sampaio - Estadão ConteúdoPresidente eleito toma posse por volta das 14h10 deste dia 1 de janeiro

O presidente eleito Jair Bolsonaro, do PSL, toma posse nesta terça-feira (1) em Brasília. A cerimônia está prevista para começar às 14h10 e acontecerá na Esplanada dos Ministérios. E aqueles que desejam assistir ao evento devem seguir algumas regras de segurança.

O público, entre 250 e 500 mil pessoas, deverá acessar o local exclusivamente pela Rodoviária do Plano Piloto, de onde deve seguir a pé para a Esplanada. Bicicletas, skates, patins e similares não serão permitidos.

O que pode levar

Está permitido levar frutas, pacotes de biscoitos e bolachas e capas de chuva. Tudo deve ser transportado em sacolas plásticas transparentes para agilizar a revista por parte dos agentes de segurança.

O que não pode levar

Armas de fogo e objetos cortantes, evidentemente, são itens proibidos. Além disso, outros objetos de uso comum também serão barrados durante a revista. Carrinhos de bebês, guarda-chuva, garrafas, bebidas alcoólicas, garrafas, sprays (entre eles os desodorantes, por exemplo), estão proibidos.

Além disso, apontadores laser, mochilas e sacolas, drones e animais também não serão permitidos a partir da Rodoviária do Plano Piloto.

Ambulantes não terão acesso a área reservada para o evento.

Revista

Quatro pontos de revista foram montados entre o Plano Piloto e a Esplanada dos Ministérios. A Polícia Militar fará revistas manuais e utilizará detectores de metais aleatoriamente em qualquer um dos pontos de revista. O processo será mais rigoroso de acordo com a proximidade do local da posse.

Abate de aeronaves suspeitas está autorizado

O espaço aéreo nos arredores da Esplanada e dentro da área controlada será acompanhado de perto pelas autoridades. Antes de deixar o cargo, o presidente Michel Temer, do MDB, assinou um decreto que autoriza a FAB, Forças Armadas Brasileiras, o abate de aeronaves que forem consideradas suspeitas e que possam oferecer risco à segurança do evento.

A aviação comercial não será impactada e a medida tem validade de apenas 24h a contar da meia noite de 31 de dezembro para este dia 1 de janeiro.

Serviços

Na área isolada para o público haverá distribuição de água para os cidadãos, além de banheiros públicos espalhados pelo local e postos de atendimento de saúde. Além disso, um telão foi instalado na Praça dos Três Poderes para que o público possa acompanhar a posse.

*com informações da Agência Brasil