Saída temporária: Suzane von Richthofen volta para o presídio após participar de uma festa em Taubaté

  • Por Mariana Ferrari
  • 22/12/2018 19h00
Reprodução Suzane von Richthofen foi condenada a 39 anos de prisão por matar e planejar a morte dos pais

Na manhã deste sábado (22), Suzane von Richthofen foi uma das presidiárias beneficiadas com a saída temporária de fim de ano. Porém, horas depois ela voltou à Penitenciária Feminina I “Santa Maria Eufrásia Pelletier” de Tremembé por descumprir regras já previstas para ao beneficiados com a “saidinha”.

Por volta das 16 horas deste sábado (22), a Secretaria da Administração Penitenciária foi informada, por meio de denúncia anônima que Suzane participava de uma festa de casamento. “A presa foi conduzida à unidade e já deu entrada no local”, enviou a assessoria em nota.

Não é a primeira vez que Suzane comete algum tipo de inflação durante as saídas temporárias de fim de ano. Em 2016, ela encaminhou um falso endereço às competências e, além de voltar ao presídio, ela passou por um processo administrativo que concluiu com sua permanência em cela solitária por um tempo.

Acusada de assassinar e planeja a morte dos pais, Suzane foi condenada a 39 anos de prisão, em 2002.