Salles: ‘não será possível’ combater incêndios sem apoio dos estados

  • Por Jovem Pan
  • 24/08/2019 11h24 - Atualizado em 24/08/2019 11h56
Marcos Corrêa/PRO ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse na manhã deste sábado (24) que o decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro que permite o envio das Forças Armadas para combater as queimadas na Amazônia só terá efetividade se a União puder contar com o apoio dos estados. A declaração foi feita em coletiva de imprensa que contou também com o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva.

“Sabemos que todos os entes federativos, não só a União, enfrentam sérias restrições orçamentárias. Portanto, as ações precisam ser eficientes.Temos pedido aos estados, desde o começo do ano, para que nos apoiem em ações de fiscalização e controle. São as forças policiais que dão efetividade, apoio e viabilidade para que as fiscalizações ocorram naquele vasto território amazônico”, declarou.

“Mais uma vez, neste caso, conclamamos os estados a participarem do nosso esforço. Entendemos que existem limitações, mas não será possível [combater os incêndios] sem apoio estadual. Agora, com a GLO ambiental, tenho certeza que teremos muita efetividade no que já estamos tentando fazer desde o início do ano”, completo.