Salles defende ‘aproveitar atenção da imprensa com Covid-19’ para ‘passar a boiada’

  • Por Jovem Pan
  • 22/05/2020 18h22
Vinícius Loures/Câmara dos DeputadosA gravação foi divulgada nesta sexta-feira (22), autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou em vídeo da reunião ministerial do dia 22 que o governo deveria aproveitar o “momento de tranquilidade” da cobertura da imprensa, que está focada na Covid-19, para “ir passando a boiada e mudando todo o regramento e simplificando normas”.

“A oportunidade que nós temos, que a imprensa (…) tá nos dando um pouco de alívio nos outros temas, é passar as reformas infralegais de desregulamentação, simplificação, todas as reformas que o mundo inteiro, nessas viagens [a] que se referiu o Onyx [Lorenzoni], certamente cobrou dele”, declarou.

A gravação foi divulgada nesta sexta-feira (22), autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello.

“Nesse aspecto eu acho que o Meio Ambiente é o mais difícil, de passar qualquer mudança infralegal em termos de instrução normativa e portaria, porque tudo que a gente faz é pau no Judiciário no dia seguinte”, continuou Salles.

O ministro ainda defendeu deixar a Advocacia-Geral da União (AGU) de “stand-by pra cada pau que tiver”. “Porque vai ter”, completou. “Temos que estar com a artilharia da AGU preparada. Não precisamos de Congresso, coisa que precisa de Congresso nesse ‘fuzuê’ que tá aí, não vamos conseguir aprovar.”