Sâmia Bomfim e Fernando Holiday trocam acusações sobre uso de dinheiro público

  • Por Jovem Pan
  • 19/10/2018 14h32
Jovem PanSâmia Bomfim (PSOL) e Fernando Holiday (DEM) trocaram acusações no Pânico

Convidada do Pânico desta sexta-feira (19), a vereadora Sâmia Bomfim (PSOL) acusou o seu colega Fernando Holiday (DEM) de utilizar a máquina pública para benefícios próprios. Segundo ela, o parlamentar indica pessoas para o governo em troca de votos na Câmara dos Vereadores.

“Ele vota a favor de um projeto de lei do prefeito e no dia seguinte tem dezenas de nomeações no Diário Oficial de pessoas que ele indicou para a máquina pública”, acusou Sâmia, que foi eleita deputada federal nestas eleições. “Ele disfarça dizendo que está cortando metade do salário, mas, indiretamente, ele gasta porque está colocando pessoas do seu grupo dentro da máquina pública. É um dinheiro que ninguém está vendo porque não sai do gabinete dele”, explicou.

Ela ainda afirmou que o vereador fez isso com Paulo Mathias, candidato a deputado estadual pelo PSDB. “Ele felizmente perdeu, imagina você coloca um correligionário na máquina pública, ele se divulga usando a máquina pública e ainda se elege deputado estadual? Perdeu perfeitamente”, disse a parlamentar sobre o ex-subprefeito de Pinheiros.

Direito de resposta

Ainda no Pânico, Fernando Holiday teve a chance de se defender e também acusar Sâmia. “Tudo que ela falou é um verdadeiro absurdo, uma completa mentira”, afirmou.

O vereador acusou Sâmia de desvio de dinheiro público. “Ela utilizou mais de R$ 101 mil no mesmo período que eu utilizei pouco mais de R$ 6 mil”, disse. Segundo Holiday, o dinheiro foi utilizado para a construção de um site. “As notas fiscais apresentadas têm uma sequência muito lógica, deixando claro que a suposta empresa, na verdade empresa fantasma, só prestou serviço para a Sâmia Bomfim”, continuou. “A vereadora deveria ter vergonha na cara e lavar sua língua antes de falar qualquer coisa em relação ao meu mandato.”

Sâmia rebateu Holiday. “Esse grande esquema que o ‘Holi’ está me acusando, ele mesmo criou”, disse. “A denúncia veio de uma página do Facebook chamada Jornalivre, uma das páginas que o Facebook mandou derrubar porque espalhava fake news”, explicou a parlamentar.

A futura deputada ainda convidou a população para checar seus gastos. “Todas as minhas contas, tudo que eu faço, está público no Tribunal de Contas, no site da Câmara e nas redes sociais”, garantiu. “O que ele me acusa de fazer é o uso de um serviço de comunicação que eu de fato utilizo. Não tem absolutamente nada de errado nisso, foi questionado e comprovado”, finalizou Sâmia.