São Carlos se destaca em ranking de educação

Localizada no interior de São Paulo, a cidade também é destaque nas categorias de Economia, Tecnologia e Empreendedorismo, na 5ª edição do Connected Smart Cities

  • Por Jovem Pan
  • 27/09/2019 20h49
São Carlos, cidade do interior de São Paulo, ocupa terceiro lugar em ranking de educação

Localizada no interior do Estado de São Paulo, a cidade de São Carlos ocupa o terceiro lugar entre as cidades que mais investem em educação. O município também é destaque nas categorias de economia, tecnologia e empreendedorismo.

O levantamento, realizado pela Urban Systems, mapeia todas as cidades com mais de 50 mil habitantes com o objetivo de definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento em todo o Brasil. O resultado foi apresentado na 5ª edição do Connected Smart Cities, iniciativa que busca cidades inteligentes pelo país, realizada neste mês, em São Paulo.

Com mais de 100 mil habitantes, São Carlos apresentou avanço nos indicadores de Educação, com números superiores às grandes cidades brasileiras, como Vitória, no Espírito Santo, e Santa Maria, no Rio Grande do Sul. A educação municipal em São Carlos alcançou a média de 7 pontos no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) em 2017. A meta era atingir a pontuação geral de 6,7 em 2021.

O levantamento leva em conta o número empregos formais de nível superior, bolsas CNPQ, vagas em universidades públicas, a média do Enem, docentes com ensino superior, IDEB, despesas com educação, média de hora-aula diária e taxa de empregos em educação para montar o ranking.

“Temos que agradecer publicamente os profissionais da educação. Se não fossem eles, esse avanço não seria possível. O bom desempenho da educação é um tripé. Comprometimento dos profissionais da educação no processo ensino, temos cerca de 60% de mestres e doutores, formação inicial e continuada e a parceria com a comunidade e os pais. O Centro de Formação foi fundamental para a qualificação da rede”, disse Nino Mengatti, secretário municipal de Educação.

A prefeitura de São Carlos também abriu 2.060 novas vagas na educação infantil e 527 no ensino fundamental, além de investir na construção de novas unidades de ensino com investimentos que chegam a R$ 1,5 milhão, destinado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento de Educação (FNDE).

“Como aumentamos o número de unidades escolares, aumentamos o número de empregos oferecidos na área educacional, além de aumentar as despesas com educação. Em 2018 aplicamos mais de R$ 150 milhões na área”, revela Mengatti. Atualmente, na rede municipal de ensino da cidade há 58 unidades escolares.

São Carlos tem 1.840 servidores concursados, dos quais 1.400 são professores e mais de 15 mil alunos matriculados, além de atender 1.500 crianças em projetos, programas, parcerias e entidades conveniadas.

Outras áreas

O município se destacou também nos rankings de Tecnologia e Inovação, Empreendedorismo e Economia – ocupando o 9º, 10º e 14º lugares, respectivamente. No ranking de empreendedorismo, São Carlos está entre capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, sendo o único município do Estado de São Paulo a apresentar os requisitos necessários.

O Connected Smart Cities, responsável pela elaboração do ranking, envolve empresas, entidades e governos em uma plataforma que tem por missão encontrar o DNA de inovação e melhorias para cidades mais inteligentes e conectadas umas com as outras, sejam elas pequenas ou megacidades.