São Paulo terá gratuidade no transporte público em dias de Enem

Polícia Militar vai reforçar policiamento em todo o Estado; provas serão aplicadas nos dias 5 e 12 de novembro

  • Por Jovem Pan
  • 03/11/2023 16h16 - Atualizado em 03/11/2023 19h35
CPTM - Fotos Públicas Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIA CPTM, metrôs e todos os serviços de ônibus atendidos pela EMTU terão gratuidade de 9h às 21h durante os dias da prova

O governo de São Paulo publicou um decreto na quinta-feira, 1º, em edição extra do Diário Oficial, que prevê gratuidade do transporte público nos dias de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – a prova será aplicada nos dias 5 e 12 de novembro. A medida contempla todas as cidades do Estado no período entre 9h e 21h. A população terá o acesso gratuito aos trens, metrôs e ônibus metropolitanos, o que inclui todos os serviços da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) nas regiões metropolitanas, de trens da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô), da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), da ViaQuatro e Via Mobilidade. A Prefeitura de São Paulo já havia anunciado a gratuidade, também, dos ônibus municipais da SPTrans, nos mesmos dias e horários. Os portões ficarão abertos das 12h às 13h, com o início da prova às 13h30; o término das provas do dia 5 de novembro será às 19h, enquanto o horário de término das provas do dia 12 de novembro será às 18h30. Em nota, o município informou: “A SPTrans irá monitorar a operação dos ônibus ao longo dos dois domingos e reforçar a frota de algumas linhas que operam em trajetos que atendem locais de prova com grande movimentação de estudantes”.

PM vai reforçar policiamento em todo o Estado

A Polícia Militar de São Paulo irá reforçar o policiamento com mais de 1,2 mil homens nas ruas de todo o Estado para garantir a segurança dos estudantes. Os policiais também auxiliarão nas escoltas das provas até os locais de aplicação, incluindo em unidades prisionais e socioeducativas, onde serão feitas as reaplicações para pessoas privadas de liberdade, de acordo com o convênio Celebrado com o Ministério da Educação, por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Além do policiamento de área, os policiais dos Batalhões de Ações Especiais (BAEP) também prestarão reforço. Ao todo, serão empregadas mais de 594 viaturas, incluindo motocicletas.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.