Estado de SP ultrapassa 3 mil mortes por coronavírus; governo decreta luto oficial

  • Por Jovem Pan
  • 06/05/2020 13h17 - Atualizado em 07/05/2020 07h32
EFE/ Fernando BizerraDoria alegou que a determinação é em respeito a família e amigos dos que já morreram e ainda vão morrer em decorrência da covid-19

O Governo do Estado de São Paulo vai decretar, a partir da quinta-feira (6), luto oficial de três dias em todo o seu território. “Lamentavelmente ultrapassamos 3 mil mortos por coronavírus. Esse é o maior volume de óbitos da história do Estado em uma circunstância de menos de 60 dias”, disse o governador João Doria.

Doria alegou que a determinação é em respeito a família e amigos dos que já morreram e ainda vão morrer em decorrência da covid-19. O luto oficial vai acontecer enquanto a crise e a pandemia perdurarem.

O secretario estadual de Saúde, José Henrique Germann, atualizou os números do coronavírus no Estado de São Paulo. Já são 37.853 casos confirmados, o que caracteriza um aumento de 10% em relação ao número anterior. O número de óbitos chegou em 3.045, uma alta de 7% em relação à terça-feira.

Além disso, somam-se pelo menos 8.500 pacientes internados pela doença. A ocupação das UTIs está em 67,2% no Estado e em 86,6% na Grande São Paulo.

Isolamento

O governador João Doria parabenizou o ministro da Saúde, Nelson Teich, por não descartar o isolamento social como medida contra o coronavírus. Porém ele destacou que a taxa de isolamento no Estado de São Paulo na terça-feira (5) ficou em 48% e na cidade em 47%.

“Em ambos os casos estão abaixo da média mínima desejada para qualquer análise futura sobre isolamento social. Nenhuma flexibilização será adotada se não tivermos uma média entre 50% e 60%.”