Após foto com sapato Chanel e tornozeleira eletrônica, doleira da Lava Jato faz provocação nas redes

  • Por Jovem Pan
  • 28/07/2019 15h00 - Atualizado em 28/07/2019 15h05
Reprodução/Instagram"Se existe ainda quem queira me condenar... Venha logo a primeira pedra atirar", disse Nelma Kodama

A doleira Nelma Kodama continua dando o que falar nas redes sociais. Após causar polêmica ao compartilhar uma foto em que aparecia de vestido longo vermelho, sapato de salto alto da grife Chanel e tornozeleira eletrônica, ela postou mais uma imagem neste domingo (28) com o mesmo look e na legenda fez uma provocação.

“Se existe ainda quem queira me condenar… Venha logo a primeira pedra atirar”, escreveu, colocando como hashtags os nomes de alguns veículos de imprensa.

Os comentários se dividiram entre elogios e outras provocações. “Não precisamos condenar, já ta condenada a usar uma tornozeleira sem grife”, disse um seguidor. “Qual a grife da tornozeleira?”, perguntou outra.

Kodama foi presa em 2014 em operação da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo quando tentava embarcar para a Itália com 200 mil euros escondidos na calcinha e atualmente cumpre prisão domiciliar.

Entre suas emblemáticas aparições está um depoimento à CPI da Petrobrás em 2015 em que cantou trecho de uma música de Roberto Carlos para explicar como era sua relação com o doleiro Alberto Youssef.

“Sob meu ponto de vista, eu vivi maritalmente com Alberto Youssef do ano de 2000 a 2009. Amante é uma palavra que engloba tudo, né? Amante é esposa, amante é amiga”, disse. “Tem até uma música do Roberto Carlos: a amada amante, a amada amante. Não é verdade? Quer coisa mais bonita que ser amante? Você ter uma amante que você pode contar com ela, ser amiga dela”, completou.

Em seguida, cantarolou ‘Amada Amante’, sucesso de 1971.