Secretário da Habitação de Doria quer ampliar PPPs e reduzir burocracia

  • Por Jovem Pan
  • 04/12/2018 16h07
Charles Sholl/Estadão ConteúdoAmary é atualmente o presidente do Sindicato da Habitação de São Paulo

O futuro secretário estadual da Habitação de São Paulo, Flávio Amary, afirmou nesta terça-feira (4) que entre os principais objetivos da pasta estarão diminuir a burocracia no licenciamento de projetos imobiliários e a continuidade de parcerias público-privadas (PPPs) para ampliar investimentos no setor.

“Dentro de uma linha com conceito liberal e da desburocratização de processos, vamos buscar meios para que a iniciativa privada possa produzir os empreendimentos imobiliários em um ciclo mais curto, principalmente aqueles que atendem a população de baixa renda”, disse, em entrevista coletiva. Ele ainda quer reduzir as favelas.

Amary destacou que dará seguimento a PPPs que já estão sendo realizadas no estado e que buscará alternativas para incentivar mais investimentos privados para moradias populares, com o objetivo de diminuir o déficit habitacional. O governo também deverá ter uma agência para regularização fundiária e programas de aluguel social.

Novo secretário

A indicação de Amary foi anunciada nesta terça pelo governador eleito João Doria (PSDB). Aos 48 anos, o novo secretário é formado em administração e pós-graduado em economia. É presidente reeleito do Sindicato da Habitação (Secovi) de São Paulo. Ele também preside uma incorporadora familiar em Sorocaba (SP).

*Com informações do Estadão Conteúdo