Secretário especial de Fazenda descarta mudanças em multa do FGTS

  • Por Jovem Pan
  • 22/07/2019 17h02
FáTIMA MEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOO secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, disse nesta segunda-feira (22) que o governo não fará mudanças neste momento na multa de 40% do FGTS em casos de demissão.

“A multa do FGTS não será trazida nessa primeira medida a ser anunciada esta semana. Trataremos de medidas sobre a remuneração aquém do devido do fundo”, afirmou.

Segundo ele, o funding para os financiamentos dos setores de construção civil, saneamento e infraestrutura também não serão afetados. “Preservaremos na íntegra a capacidade de financiamento para esses setores.”

‘Governo não trabalha com aumento da carga tributária’

O secretário especial de Fazenda disse ainda que a reforma tributária a ser enviada pelo ministro Paulo Guedes e pelo secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, não significará aumento da carga.

“Mas nenhuma medida virá com aumento da carga tributária. Este governo não trabalha com aumento da carga. Pelo contrário, a simplificação tributária trará um alívio para o cidadão.”

*Com Estadão Conteúdo