Seguro-desemprego é reajustado e valor máximo chega a R$ 1.735,29

  • Por Jovem Pan
  • 18/01/2019 17h05
Itaci Batista/Estadão ConteúdoValor mínimo do benefício é de R$ 998

O Ministério da Economia informou nesta sexta-feira (18) que reajustou o seguro-desemprego em 3,43% – valor correspondente à inflação registrada no ano passado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Com isso, a parcela máxima passa de R$ 1.677,44 para R$ 1.735,29. A mínima sai de R$ 954 e chega a R$ 998.

Os novos valores já está valendo e serão pagos para as parcelas emitidas a partir de 11 de janeiro deste ano. Atualmente, o trabalhador dispensado sem justa causa pode receber de três a cinco pagamentos do seguro-desemprego, conforme o tempo de trabalho e o número de pedidos do benefício. O montante varia a cada caso.

A parcela é calculada com base na média das três últimas remunerações do empregado antes da demissão. Caso o trabalhador tenha ficado menos que três meses no emprego, o cálculo segue a média do salário em dois meses ou em apenas um mês, dependendo da situação. O beneficiário não pode acumular atividade remunerada no período.

Valores

Quem ganhava mais que R$ 2.551,96 recebe o valor máximo de R$ 1.735,29. Quem recebia até R$ 1.531,02 tem direito a 80% do salário médio ou ao salário mínimo, prevalecendo o maior valor. Para remunerações de R$ 1.531,03 a R$ 2.551,96, o seguro-desemprego corresponde a R$ 1.224,82 mais 50% do excedente a R$ 1.531,02.

*Com informações da Agência Brasil