Sem adesão formal, deputados do PSD decidem apoiar Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 11/12/2018 20h43
Renato Cerqueira/Estadão ConteúdoDecisão final sobre apoio do partido será de Kassab, futuro chefe da Casa Civil do governo paulista

Na Câmara dos Deputados, a bancada do PSD decidiu apoiar o presidente eleito Jair Bolsonaro. Entretanto, esse apoio não deve ser formalizado por uma questão partidária. A palavra final caberá ao presidente da sigla, Gilberto Kassab.

Como Bolsonaro não abriu – até agora – um canal de negociações com legendas e não tem se mostrado disposto a dar espaço para indicações políticas, a avaliação é de que não faz sentido arcar com possíveis erros da futura gestão.

Depois de reunião com a equipe de transição, parlamentares do PSD consideraram que o futuro presidente se posicionou com “humildade” em conversa “positiva”. Bolsonaro falou genericamente sobre economia e meio ambiente.

Liderança

O líder do partido na Câmara, Domingos Neto, disse que Bolsonaro passou a mensagem clara de que vai precisar do PSD e que a bancada sabe que será importante para o País e não será empecilho para matérias defendidas pelo governo.

Mesmo assim, como outros partidos, Domingos defendeu uma postura independente em relação à futura gestão. “Tem um clima majoritário da bancada de apoio ao Bolsonaro, mas só a direção do partido pode falar sobre apoio formal”, afirmou.

*Com informações do Estadão Conteúdo