Senado aprova quebra de acordo com Ucrânia para uso da Base de Alcântara

  • Por Jovem Pan
  • 16/04/2019 20h37
Lisandra Paraguassu/Estadão ConteúdoA empresa Alcântara Cyclone Space tinha o direito de explorar comercialmente o lançamento de satélites, mas nenhum foguete foi lançado desde sua criação

O Senado aprovou nesta terça-feira, 16, uma Medida Provisória que praticamente acaba  com o acordo que o Brasil fez com a Ucrânia para uso da Base de Alcântara. Criada em 2003 em parceria com a Ucrânia, Alcântara Cyclone Space tinha o direito de explorar comercialmente o lançamento de satélites na Base, mas a medida aprovada hoje extingue a empresa.

A MP, editada pelo governo do ex-presidente Michel Temer, teve apoio de líderes do governo do presidente Jair Bolsonaro para aprovação.

Integrantes do governo argumentam que o acordo com a Ucrânia só trouxe gastos desnecessários desde 2003, quando a empresa foi criada. Em quinze anos, nenhum satélite foi lançado.

A aprovação da MP não impede o acordo de salvaguarda assinado entre o Brasil e os Estados Unidos durante visita do presidente Jair Bolsonaro ao país.

A medida vai para promulgação, já que foi aprovada anteriormente na Câmara e teria prazo de análise do Congresso esgotado no dia 2 de maio.

*Com informações do Estadão Conteúdo