Morta pelo marido, soldado Rafaella Gonçalves tinha medida protetiva contra ele

Principal linha de investigação é a de que o homem não aceitava o fim do relacionamento com a PM e ‘digital influencer’; Edson Carvalho se suicidou

  • Por Carolina Fortes
  • 06/10/2020 17h56 - Atualizado em 06/10/2020 17h57
Reprodução/InstagramRafaella era influencer no Instagram, onde compartilhava sua rotina como policial militar no Instagram

A soldado Silvya Rafaella Gonçalves Pereira, de 38 anos, morta com um tiro pelo marido e também soldado Edson Salvador Ferreira de Carvalho, nesta segunda-feira, 5, em Ibotirama, interior da Bahia, já tinha registrado um boletim de ocorrência em julho por violência doméstica. Segundo a Polícia Civil, Rafaella tinha uma medida protetiva contra o companheiro, que ainda estava em vigor. Edson se suicidou após o assassinato. De acordo com a Polícia, testemunhas ainda estão sendo ouvidas, e a principal linha de investigação é a de que o homem não aceitava o fim do relacionamento. O casal tinha duas filhas, uma de 3 e outra de 7 anos. O corpo de Rafaella foi velado nesta terça-feira, 6, na residência de seus pais na cidade de Bom Jesus da Lapa e sepultado no cemitério Santa Luzia, em clima de muita comoção por parte dos familiares e colegas de profissão.

Assista ao vídeo:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mulheres Com Farda (@pfemcomamor) em

Rafaella era influencer no Instagram, onde compartilhava sua rotina como policial militar e também momentos de lazer. Até a tarde desta terça-feira, ela tinha cerca de 80 mil seguidores. De acordo com informações da 28ª Companhia Independente da Polícia Militar, na segunda-feira, por volta das 12h30, policiais militares da unidade foram informados que um soldado PM lotado na Companhia Independente de Policiamento Especializado Cerrado havia matado a esposa, também policial na 28ª CIPM. No local, foi constatado que se tratava de feminicídio, seguido de suicídio. Em sua última publicação no Instagram, a soldado aparece em um estande de tiros fazendo disparos com uma pistola. “Venha atirar com segurança. #mulheresqueatiram”, escreveu.