SP fecha parceria com a Cruz Vermelha para ampliar capacidade de leitos

  • Por Jovem Pan
  • 25/04/2020 08h54
ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOBruno Covas, prefeito de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo fechou uma parceria com o Hospital da Cruz Vermelha para ampliar a luta contra o coronavírus. Serão 54 leitos para o atendimento a pacientes infectados. Deste total serão disponibilizados, inicialmente, 20 de UTI, 30 de apoio, além de uma sala de estabilização e três de admissão de pacientes.

O número deve chegar a 75, sendo 40 de UTI, mas a ampliação depende da chegada de novos respiradores comprados pela gestão municipal. Os aparelhos estão vindo da China.

O prefeito Bruno Covas indica que o local será um centro de referência, para atendimento de alta complexidade.

No lado externo, anexo ao prédio do hospital, foram instalados dois contêineres refrigerados com capacidade de abrigar, no total, 24 corpos. Outros quatro servirão de apoio às famílias e administração.

As internações serão controladas pela regulação da Secretaria Municipal da Saúde.

*Informações de Daniel Lian