SP: Governo Estadual indica que prorrogará a quarentena em abril

  • Por Jovem Pan
  • 30/03/2020 17h25 - Atualizado em 31/03/2020 08h28
Governo Estado de São Paulo Helena Sato é chefe do Centro de Contingência do Coronavírus no Estado e também lidera o centro de vigilância epidemiológica do Estado

A quarentena, instituída por decreto estadual no último dia 22 de março e que tem validade até o dia 7 de abril, deve ser prorrogada em São Paulo. Segundo informações obtidas com exclusividade pelo repórter Leonardo Martins, da Jovem Pan, o Palácio dos Bandeirantes estuda, junto com o Centro de Contingência do Coronavírus no Estado, prolongar a medida de isolamento social para barrar o avanço da pandemia.

Segundo a dra. Helena Sato, chefe da equipe que também lidera o centro de vigilância epidemiológica de São Paulo, ainda é cedo para avaliar a resposta dos primeiros dias de isolamento, mas os indícios apontam para um resultado positivo. “Dados preliminares apontam que nós já não estamos vendo a notificação de novos casos infectados na mesma velocidade. É importante ressaltar que são preliminares, mas que já apontam resposta semelhante as de outros países”, afirmou. “A vacina que temos hoje é ficar em casa”, completou a infectologista.

Ela conta que a ampliação do isolamento está em estudo com o governo de João Doria, e da comissão científica que tem respaldado o trabalho do Centro de Contingência. “Em conjunto com o governador, estamos discutindo, avaliando, se temos ou não a necessidade de continuar a quarentena”, disse. “Hoje não tem como dizer que no dia 7 voltaremos a vida normal. É precoce. Estamos nos debruçando sobre os dados e sobre os exames laboratoriais”.

Assim como o dito pelo governador na coletiva do início da tarde, a dra. Helena reiterou que nesta fase da doença, o melhor a se fazer é permanecer em casa. “Para evitar que a nossa população, nossa família, se infecte por esse vírus, a melhor vacina é ficar em casa”.

  • Tags: