Suicídios aumentam e Brasil registra um caso a cada 46 minutos

  • Por Jovem Pan
  • 20/09/2018 15h31 - Atualizado em 20/09/2018 16h43
Divulgação Dados divulgados pelo Ministério da Saúde apontam que presença de Centros de Atenção Psicossocial reduz risco de morte

O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (20) dados sobre a taxa de morte por suicídio no Brasil e indicou aumento em relação aos anos anteriores. Em 2016, o país registrou 11.433 mortes por suicídio – cerca de uma morte a cada 46 minutos.

Para Fátima Marinho, diretora do Departamento de Doenças e Agravos Não-Transmissíveis e Promoção da Saúde (DANTPS), do Ministério da Saúde, a análise dos dados mostra que “é uma questão de saúde pública que tem se agravado no país” e é necessário continuar os esforços para diminuir o preconceito contra aqueles que tentam suicídio.

Vítimas

O suicídio representa hoje a quarta principal causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no Brasil. A maior taxa de morte por suicídio acontece entre indígenas, com 15,2 casos a cada 100 mil habitantes e a maioria entre homens.

No recorte maior, as mortes por suicídio entre homens registraram 9,2 casos em 100 mil habitantes, um aumento de 28% em uma década. Entre as mulheres, a taxa é de 2,4.

Os dados do Ministério da Saúde ainda revelaram que as tentativas de suicídio devido à intoxicação aumentaram em cinco vezes na última década e se concentraram no Sudeste (49%). Nesse recorte, as mulheres representaram 70% das tentativas.

Prevenção

A taxa de suicídio é 14% menor em cidades com Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), mostrou estudo do Ministério. No último ano, 109 CAPS foram habilitados no país em 20 estados.

De acordo com a diretora do DANTPS, o custo do SUS com internações hospitalares causadas por autointoxicação intencional é de R$3 milhões, valor que conseguiria construir e custear 8 CAPS por ano para prevenção.

CVV

As ligações de prevenção de suicídio feitas ao Centro de Valorização da Vida (CVV) dobraram em 2017 em relação ao ano anterior: foram 2 milhões de ligações de cidadão em busca de ajuda.

A CVV é uma associação sem fins lucrativos que trabalha com prevenção ao suicídio com apoio de voluntários que oferecem apoio por meio das ligações. As ligações ao 188, todas sigilosas, passaram a ser gratuitas em todo o Brasil em 1º de julho.