Tarcísio: Governo vai se endividar para investir em obras públicas

  • Por Jovem Pan
  • 20/04/2020 13h21
EDU ANDRADE/FATOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDOO ministro Tarcísio de Freitas falou sobre o investimento do governo federal em obras públicas

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou nesta segunda-feira (20) que o governo federal precisará se endividar para poder investir em obras públicas. “Investimentos virão do Orçamento geral da União. Caminho vai ser via endividamento, não há outro”, disse em uma live da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib).

Segundo ele, o primeiro passo para a execução desse projeto, que envolve 148 obras rodoviárias, aquaviárias, aeroviárias e ferroviárias, é garantir que não haja cortes no orçamento atual da pasta. Em segundo, vem a definição do patamar fiscal para compreender qual o nível de endividamento que o governo terá de acessar para complementar os recursos.

O ministro também destacou que a prioridade será finalizar as obras inacabadas. “Estamos falando principalmente em usar aquilo que está prioritariamente em andamento, obras que estão abaixo do ritmo em razão da falta de recursos”, disse o ministro, lembrando que também há projetos novos que devem receber investimentos por apresentarem uma taxa de retorno maior.

Tarcísio ainda apontou que “todos os caminhos serão postos à mesa” nesse momento. Ele citou, por exemplo, discussão já em andamento dentro do governo, que é utilizar os recursos de acordos de leniência para que empreiteiras concluam obras paralisadas. “Vamos precisar de toda a capacidade de engenharia para fazer frente a essas demandas. Tudo aquilo que vinha sendo discutido antes da crise”, disse.

Segundo o ministro, esse projeto será coordenado pela Casa Civil, que também abordará investimentos relacionados aos ministérios do Desenvolvimento Regional e de Minas e Energia.

*Com Estadão Conteúdo