Tasso e Perillo desistem de disputar presidência do PSDB e apoiam Alckmin

  • Por Jovem Pan com Estadão Conteúdo
  • 27/11/2017 15h01 - Atualizado em 27/11/2017 15h11
A2img / Eduardo SaraivaGovernador de São Paulo, Geraldo Alckmin, também é cotado para concorrer à presidência da República em 2018

O senador Tasso Jereissati (CE) e o governador de Goiás, Marconi Perillo, desistiram nesta segunda-feira, 27, de disputar a presidência nacional do PSDB na convenção nacional do partido, marcada para o próximo dia 9, em Brasília. Os tucanos defendem agora que o governador Geraldo Alckmin, pré-candidato à Presidência da República, assuma o comando do partido.

Tasso e Perillo se reunirão hoje com o governador paulista em São Paulo. A expectativa é de que, após o encontro, seja anunciada uma chapa única para a executiva do PSDB.