Temer aprova GLO e Forças Armadas atuarão no acolhimento de venezuelanos em Roraima

  • Por Jovem Pan
  • 30/10/2018 12h42
Marcelo Camargo/Arquivo Agência BrasilPelo menos 30 mil venezuelanos vivem em Roraima atualmente

A partir desta quarta-feira (31) até o último dia de 2018, as Forças Armadas passarão a atuar em Roraima, na região Norte, no acolhimento de venezuelanos que vieram para o Brasil fugindo da crise político-econômica em seu país de origem. Pelo menos 30 mil venezuelanos vivem em Roraima atualmente, espalhados, majoritariamente, entre a capital, Boa Vista e a cidade de Pacaraima, no norte do estado.

A medida foi oficializada pelo presidente Michel Temer, do MDB, e publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira (30). O uso das Forças Armadas foi autorizado no formato de GLO, Lei da Garantia e da Ordem, recurso utilizado também para a aprovação da intervenção federal no Rio de Janeiro, em fevereiro deste ano.

Agora, resta aguardar a definição dos meios, equipamentos e deslocamentos que devem ser definidos pelo ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, nas próximas horas.