Temer decide extraditar Cesare Battisti; Planalto ainda espera decisão do STF sobre habeas corpus

  • Por Jovem Pan
  • 11/10/2017 19h07
Agência EFEO pedido de habeas corpus foi feito pela defesa de Battisti no final de setembro

O presidente Michel Temer vai revogar a condição de refugiado do italiano Cesare Battisti e extraditá-lo para a Itália se o Supremo Tribunal Federal (STF) não conceder o habeas corpus preventivo a ele.

No aguardo da decisão da Suprema Corte, que está na relatoria do ministro Luiz Fux, o presidente vai solicitar à subchefia de Assuntos Jurídicos da Presidência um parecer para que seja chancelada a volta de Battisti para o seu país, caso a decisão do STF demore a sair.

O pedido de habeas corpus foi feito pela defesa de Battisti no final de setembro após a divulgação de uma suposta solicitação do governo italiano para que Temer reveja a extradição.

Pessoas ligadas ao peemedebista não acreditam que o STF conceda o habeas corpus ao italiano.