Temer reúne bancada do PMDB na Câmara, diz que momento é delicado e pede apoio

  • Por Estadão Conteúdo
  • 25/02/2015 11h32
SÃO PAULO, SP, 19.10.2014: DEBATE-PRESIDENTE - Michel Temer (PMDB) - O senador Aécio Neves (PSDB) e a presidente Dilma Rousseff (PT), que disputam o segundo turno das eleições à Presidência, participam do debate da TV Record, neste domingo (19) em São Paulo. (Foto: Rodrigo Dionisio/Frame/Folhapress)Michel Temer (PMDB) no debate entre Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) no dia 19/10/2014

O vice-presidente da República, Michel Temer, reuniu na manhã desta quarta-feira, 25, a bancada do PMDB na Câmara, em um café da manhã, para pedir apoio do partido ao pacote de ajuste fiscal. O encontro foi marcado de última hora e, dos 68 deputados do PMDB, 56 compareceram.

Segundo parlamentares que participaram da reunião, Temer afirmou que o momento do País e da economia é “delicado” e que o PMDB tem importância fundamental na governabilidade e equilíbrio. O vice-presidente afirmou que todos os peemedebistas têm que entender a importância do momento.

O encontro com Temer ocorre após a reunião que a bancada do partido teve com a equipe econômica na última segunda-feira, 23. “Temer disse que essa era apenas uma reunião rápida e preliminar para tratar da importância do PMDB e que mais a frente ele vai reunir senadores, deputados e ministros dos partidos. Disse que todos da bancada têm que entender que os ministérios comandados pelo partido estão abertos ao PMDB”, contou a deputada Elcione Barbalho (PMDB-PA), que esteve no café realizado no Palácio do Jaburu, residência oficial da vice-presidência.

O líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (RJ), participou do encontro, quando foi apresentado como líder do partido. Temer e Picciani prometeram trabalhar em conjunto.