Temer vira réu pela sexta vez; ex-presidente responderá por organização criminosa

  • Por Jovem Pan
  • 06/05/2019 16h20
FÁTIMA MEIRA - ESTADÃO CONTEÚDOO ex-presidente responderá por organização criminosa junto com seus ex-ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco.

Michel Temer virou réu pela sexta vez. Agora, o ex-presidente responderá por organização criminosa junto com seus ex-ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco. A decisão é do juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, da Justiça Federal em Brasília.

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) aceita por Bastos, Temer comandava uma quadrilha composta majoritariamente por membros do MDB. O grupo teria desviado recursos de empresas estatais como Petrobras, Furnas e Caixa Econômica Federal, além da Câmara dos Deputados e do Ministério da Integração Nacional. Temer ainda é acusado de ter atrapalhado as investigações da Lava Jato.

Na decisão, o magistrado explicou que aceitou a denúncia porque ela foi acompanhada de documentos que “lhe conferem verossimilhança”. As provas incluem termos de colaboração premiada, documentos bancários, atas de reuniões da Caixa e depoimentos.

Temer, Padilha e Moreira Franco têm 10 dias para responder, por escrito, às acusações do MPF. Por meio de nota, o advogado Eduardo Carnelós, que defende o ex-presidente, rechaçou as acusações. “Trata-se de mais uma acusação nascida da negociata feita entre o ex-Procuradora-Geral da República e notórios e confessos criminosos”, escreveu.

Veja abaixo a nota na íntegra:

“Trata-se de mais uma acusação nascida da negociata feita entre o ex-Procuradora-Geral da República e notórios e confessos criminosos. Para livrarem-se da responsabilidade pelos tantos crimes que confessam e ainda usufruírem livremente dos bens amealhados, estes, nas palavras de um deles em recente entrevista, entregaram o produto exigido pelo ex-PGR, que era acusar o então Presidente da República. Michel Temer nunca integrou organização criminosa nem obstruiu a justiça, e por isso também essa acusação será desmascarada a seu tempo.”