Tentativa de furto de combustível na Baixada Fluminense provoca vazamento e deixa feridos

Cinco pessoas precisaram de atendimento médico – duas foram liberadas e três permanecem no hospital

  • Por Jovem Pan
  • 26/04/2019 11h11
Divulgação/Prefeitura de Duque de CaxiasMoradores do entorno foram retirados de suas casas após a Transpetro, subsidiária da Petrobras, informar que há risco de explosão e intoxicação

Uma tentativa de furto de combustível causou o vazamento de gasolina de um oleoduto em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na madrugada desta sexta-feira (26).

Moradores do entorno foram retirados de suas casas após a Transpetro, subsidiária da Petrobras, informar que há risco de explosão e intoxicação pelo forte cheiro.

Cinco pessoas precisaram de atendimento médico – duas foram liberadas enquanto outras três permanecem no Hospital Adão Pereira Nunes. Segundo o G1, os três feridos são uma criança de nove anos que sofreu queimaduras pelo contato com o combustível, uma funcionária da Transpetro que tentava conter o vazamento e um morador da região.

O caso ocorreu após uma quadrilha instalar uma mangueira no duto da Transpetro para roubar o combustível. Quase uma hora depois do ocorrido, os Bombeiros foram chamados. O combustível não chegou a jorrar, mas esteve em contato com o solo.

Como medida de segurança, a Light, concessionária de energia, desligou a luz dos moradores do entorno onde ocorreu o vazamento do combustível.