Teori, Weber e Fachin serão relatores de ações que contestam impeachment

  • Por Jovem Pan
  • 02/09/2016 15h35
Teori Zavascki

Já são 12 pedidos no Supremo Tribunal Federal para tentar tirar os direitos políticos da presidente Dilma Rousseff, de acordo com o repórter José Maria Trindade. A articulação do presidente do Senado, Renan Calheiros, manteve o benefício da petista em segunda votação realizada após a confirmação do impeachment.

Os ministros Rosa Weber, Teori Zavascki e Edson Fachin serão os relatores dos pedidos. O PSDB, DEM e PPS recuaram e agora vão ao Supremo também apresentar o pedido para tirar os direitos políticos da ex-presidente.

Após a defesa de Dilma entrar com um recurso na Suprema Corte requerendo a anulação do impeachment, o PMDB decidiu apoiar as ações para retirar os direitos políticos da petista. O presidente do partido, o senador Romero Jucá, assumiu, informalmente, a articulação política do governo no Congresso Nacional.