Tesouro prevê insuficiência de R$ 362 bi para regra de ouro em 2020

  • Por Jovem Pan
  • 27/09/2019 11h52
Marcos Santos/USP ImagensApresentado no fim de agosto, o Projeto de Lei Orçamentária (PLOA) de 2020 previa uma insuficiência de R$ 367,031 bilhões

O Tesouro Nacional prevê uma insuficiência de R$ 362 bilhões para o cumprimento da regra de ouro em 2020. Segundo o órgão, porém, essa insuficiência pode cair para R$ 159,4 bilhões, com o carregamento de parte da devolução de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Esse carregamento de parte da devolução dos recursos do BNDES são de R$ 40 bilhões – e do superávit financeiro do Banco Central, no valor de R$ 162,6 bilhões, deste ano para 2020.

Apresentado no fim de agosto, o Projeto de Lei Orçamentária (PLOA) de 2020 previa uma insuficiência de R$ 367,031 bilhões para o cumprimento da regra de ouro no próximo ano.

Esse é o valor de despesas previstas na peça orçamentária que estão condicionadas à aprovação de um novo crédito suplementar pelo Congresso Nacional em 2020.

*Com informações do Estadão Conteúdo