Tiroteio interrompe live do grupo Aglomerou no RJ

Ação policial tinha como alvo a casa vizinha de onde acontecia a gravação do show

  • Por Jovem Pan
  • 26/07/2020 23h37
Reprodução/ YouTubeOperação policial interrompe live do grupo de pagode Aglomerou em Angra dos Reis

Um tiroteio interrompeu a live do grupo de pagode Aglomerou neste domingo, 26, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. A operação policial tinha como alvo a casa vizinha de onde acontecia a gravação, e invadiu o espaço para acessar a outra propriedade. Fortemente armados, policiais surgiram correndo durante o show,  enquanto um helicóptero sobrevoava o local, obrigando os artistas a deixarem os instrumentos às pressas e muito assustados para se protegerem dos tiros.

Segundo a Polícia Civil, o imóvel recebia uma festa com foragidos da justiça, e que a interrupção no show seria para que ninguém fosse ferido durante a ação. A operação foi resultado de uma investigação sigilosa da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, em parceria com Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). Em nota, o órgão informou que no local da festa foram encontrados vidros de lança perfume e indícios de consumo de outras drogas. Todos os participantes foram autuados por descumprimento das medidas de prevenção sanitária impostas pela pandemia de coronavírus.

Horas depois, o grupo postou um vídeo no Instagram tranquilizar os fãs, explicando que a operação policial não os tinha como alvo e que os membros da banda e da produção da live estavam bem. Na postagem, os músicos informaram que, devido à ocorrência, o evento seria suspenso “por falta de clima”, mas que seria remarcado para outro dia.

View this post on Instagram

Tá tudo bem!

A post shared by Grupo Aglomerou (@aglomerouoficial) on

*Com Estadão Conteúdo