‘Todos os poderes são responsáveis por essa tragédia’, diz Major Olímpio sobre massacre em Suzano

  • Por Jovem Pan
  • 13/03/2019 15h57 - Atualizado em 13/03/2019 16h05
Marcos Oliveira/Agência SenadoMajor Olímpio (PSL) afirmou que o massacre em Suzano mostra a falência do Estado brasileiro

O senador Major Olímpio (PSL) lamentou o massacre que aconteceu na escola estadual Raul Brasil, em Suzano, nesta quarta-feira (13). Pelo menos 10 pessoas, incluindo os assassinos, morreram. “É um sentimento de desespero e frustração. Foram oito vítimas inocentes, mais os dois malditos que se suicidaram. Não vou fazer oração por esses caras”, afirmou em entrevista ao Jornal Jovem Pan.

O político afirmou que a tragédia mostra a falência do Estado e de todos os poderes. “É uma tragédia anunciada que demonstra a incompetência do Estado brasileiro como um todo”, resumiu. “Não dá para ser hipócrita e só fazer lamentos, tem que ter atitude. Todos os poderes são responsáveis por essa tragédia.”

Major Olímpio afirmou que massacres como esse podem ser evitados se a população puder se amar. “O sistema de segurança tem que ter detecção, alarme e reação”, disse, ressaltando que a polícia não daria conta sozinha de fazer toda a reação e, por isso, precisaria a ajuda de seguranças armados ou até mesmo de cidadãos com posse de arma.

Ele disse que o atual modelo de segurança escolar em São Paulo não é efetivo. “Fala-se de programa de policiamento escolar, mas o que se faz é uma ronda escolar, o policial só vai lá na escola assinar um livro. É possível que tragédias dessa natureza ocorram ou voltem a ocorrer”, alertou.

Uma das vozes contra o desarmamento, Major Olímpio afirmou que o massacre de Suzano é uma prova da falência dessa política. “Demonstra a falência da farsa da política desarmamentista. Nós só demos a certeza para os criminosos de agir quase que impunemente”, disse. “Criminosos têm as armas que querem, na quantidade que querem, com o calibre que querem, aonde querem. Isso é uma tragédia.”